Arte e História na educação
Introdução Tarefa Processo Avaliação Conclusão Créditos

Avaliação

O pensamento histórico se manifesta nas narrativas orais e escritas dos alunos. Por isso preocupe-se em pedir, a cada etapa, que os alunos registrem as discussões realizadas sobre o que foi estudado e suas conclusões. Isso garante uma avaliação progressiva das formas de compreensão dos alunos sobre o passado e provoca os alunos a "reconstruírem" o passado. Para a avaliação final, peça que os alunos escrevam sobre esse passado para um amigo estrangeiro. Um exemplo dessa progressão é analisar se o aluno passa a estabelecer uma relação de empatia com os sujeitos históricos estudados; se o aluno cruza diferentes fontes para a construção de seu argumento; se a sua narrativa é plausível; se o aluno diferencia o passado do presente, e se é possível perceber uma perspectiva de futuro. Também é importante notar se o aluno se identifica com o que pensou e escreveu e, mais do que isso, se leva em consideração não apenas sua identidade, mas a da sociedade em que vive. Quanto mais elementos desses reunirem a narrativa dos alunos, pode-se avaliar como uma progressão interessante das formas de pensar historicamente. Nessas narrativas, avalie também se o aluno citou as fontes históricas analisadas; se infere informações a partir de evidências; e se constrói argumentos históricos pertinentes.

O Aluno será avaliado pelo processo criativo de seu trabalho misturando elementos das referências pesquisadas, pelo contextualização do trabalho escrito e pela apresentação (powerpoint) do trabalho.

Abaixo links dos artistas/históriadores que devem ser pesquisados:

https://www.youtube.com/watch?v=0K1Pd83TQIk  - Eduardo Bueno

https://www.youtube.com/watch?v=_HgKUK-FyCM - artista Adriana Varejão

http://www.osgemeos.com.br/pt - grafite osgêmeos

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302016000300917

http://eduardosalvino.net/fogo-sobre-gravura-fosso-radios-comunicadores-e-baloes-a-gas


© 2010 Todos direitos reservados.