Racismo Virtual
 Introdução
 Tarefa
 Processo
 Avaliação
 Conclusão
 Créditos
 

O racismo é uma prática enraizada dentro da sociedade brasileira, mesmo após mais de um século de sua abolição, a exclusão da população negra baseada na sua cor de pele pode ser vista facilmente dentro de empresas, universidades, escolas e hábitos cotidianos, de forma recorrente. Apesar dos avanços e das lutas por representatividade é como se nada tivesse mudado, sendo uma ferida que marca a história do país.

Através de anos de resistência e luta contra a escravidão, houve a promulgação da Lei Áurea em 1888. Contudo, o ideal de um projeto abolicionista onde traria a igualdade para todos os povos não foi efetivado. A Lei Áurea não concedeu nenhuma obrigatoriedade de inclusão desses povos na sociedade, muito menos o ressarcimento devido aos anos sofridos de violência e sem o menor direito humano. Sendo uma abolição conservadora, não possibilitando a essa população o direito de exercer a cidadania ou o acesso à educação. Havendo assim uma modernização da prática, onde a violência do passado foi renovada no presente se manifestando das mais variadas formas.

Compreendendo que o racismo se origina também dentro das redes sociais, onde atualmente é um meio de comunicação para todas as idades, apresentando racismo desde memes até comentários extremamente racistas. Vale lembrar que o Marco Civil da Internet (Lei 12.965/2014), que estabelece, no Caput de seu Artigo 2º, que “a disciplina no uso da internet no Brasil tem como fundamento o respeito à liberdade de expressão”, também determina as regras em que essa liberdade pode ser limitada: em respeito aos “direitos humanos, o desenvolvimento da personalidade e o exercício da cidadania em meios digitais”. Ou seja, a liberdade de expressão, no mundo offline e online, está sujeita a restrições para a garantia de demais direitos fundamentais.


© 2010 Todos direitos reservados.