Cartográfica – Construindo os Primeiros Mapas
Introdução Tarefa Processo Avaliação Conclusão Créditos

Atividades sugeridas


1) Conhecendo o Prédio da escola

Estratégias e Material Necessário:

  • planta oficial do prédio da escola;
  • papel sulfite;
  •  lápis de cor;
  • caneta hidrográfica;
  • Clulares conectado na interne.

Essa sugestão de atividade é recomendada para o ensino fundamental, séries finais, onde se busca realizar uma atividade de leitura, interpretação e mapeamento de espaços, a fim de construir noções de inclusão, continuidade e vizinhança. Sugere-se percorrer o prédio com os alunos para fazer o reconhecimento das salas e suas respectivas funções, com a planta baixa da escola, em mãos. Em sala de aula deverão criar símbolos (cores ou signos) para as funções e elaborar uma legenda. 

Exemplo de planta baixa de uma escola


Percorrer inicialmente, através desse exemplo, de maneira imaginária, a planta, fazendo vários trajetos: Saindo do ponto “x”, caminhar até a biblioteca, ir à diretoria, e outras salas.


Com a planta da escola, reconhecer os espaços a partir de questionamentos como:

• qual a sala em que você passará logo após a saída do ponto “Y” aonde nos encontramos?
• iremos para a esquerda ou para a direita?(vizinhança)
• quais as salas que ficam deste mesmo lado do corredor? (continuidade)

Se a escola tiver mais de um andar:


• Quais as salas que ficam neste andar? (inclusão).
• Quais os que se localizam à direita de quem entram no prédio da escola?


2) Qual o meu caminho casa-escola?

Material Necessário


• papel sulfite;
• lápis de cor,
• caneta hidrográfica


Nssa sugestão de atividade é recomendada para o ensino fundamental, séries finais, onde se busca realizar uma atividade de leitura, interpretação e mapeamento de espaços, a fim de construir noções de inclusão, continuidade e vizinhança. Sugere-se percorrer o prédio com os alunos para fazer o reconhecimento das salas e suas respectivas funções, com a planta baixa da escola, em mãos. Em sala de aula deverão criar símbolos (cores ou signos) para as funções e elaborar uma legenda. 

Para tanto, os alunos farão o desenho do caminho percorrido diariamente de sua casa até a escola. 

Exemplo de planta baixa de uma escola;

Exemplo de como o aluno poderá representar este trajeto.

O professor deve orientá-lo a colocar o nome das ruas e os pontos de referência (através de símbolos e signos) importantes, bem como uma legenda, para que sua casa possa ser localizada. Uma outra sugestão é que o professor trabalhe com cópias da planta do bairro, de maneira que o aluno reconheça o caminho que faz diariamente, nessa cópia. Feito isso o professor e alunos podem comparar o desenho livre feito anteriormente, com a cópia da planta do bairro. 


 Sugere-se também que o professor coloque uma planta grande do bairro no mural para que os alunos mostrem e marquem, com alfinetes de cabeça, por exemplo, a localização de sua casa e o caminho que faz. Os deslocamentos diários (casa-escola, casa-trabalho) ou esporádicos (casa-compras, casa-parentes, casa-lazer), também podem ser explorados. 


 Outra possibilidade ao mapear é a comparação de distâncias percorridas no trajeto casa-escola entre os alunos e escolher percursos mais rápidos para se chegar a um destino. Este trabalho deve ser feito conjuntamente com o professor de matemática. Aqui, ele poderá explorar a noção de distância do aluno. “Perto”, “Tão perto quanto”, longe,”muito longe”, “tão longe quanto”, “mais perto do que”, “mais longe do que”, etc......

 

 


© 2010 Todos direitos reservados.