Tecnologia e Inovação em sala de aula
 Introdução
 Tarefa
 Processo
 Avaliação
 Conclusão
 Créditos
 

Mesa Interativa

A mesa interativa é um monitor sensível ao toque que interage com o usuário de alguma forma. É possível reproduzir filmes, comerciais, elaborar algum tipo de jogo ou aplicativo de entretenimento.

É uma mesa digital, interativa e multidisciplinar para educar e divertir crianças a partir de 3 anos de idade. Desenvolve as habilidades cognitivas e de coordenação motora, além de trabalhar assuntos específicos, como alfabetização, matemática, ciências, artes, história, entre outros.

A tecnologia infrared se caracteriza pela fácil usabilidade e é, inclusive, acessível a crianças com deficiência motora ou psíquica.

 Além dos assuntos específicos, os aplicativos desenvolvem o raciocínio lógico, a memorização, a atenção e paciência, a criatividade, a resolução de problemas, as linguagens de expressão e a coordenação motora, deixando os alunos mais curiosos, observadores, concentrados e comprometidos.

VANTAGENS

  • Tela digital interativa, com reconhecimento de vários toques simultânenos.

  • Linguagem intuitiva e acessível a cada nível escolar, permitindo a compreensão de textos e a reflexão sobre o conteúdo abordado.

  • Trabalho contextualizado de acordo com cinco esferas linguísticas: cotidiana, lúdica, literária, científica e jornalística.

  • Permite ainda que o educador configure suas próprias atividades, conforme seus objetivos pedagógicos do seu planejamento.

 

Exemplo de atividade:
  • de forma colaborativa os alunos podem utilizar a mesa interativa para cololar historias em quadrinhos na sequencia certa.

 

Mesa interativa usada na alfabetização

A mesa utiliza animações, vídeos, recursos sonoros e realidade aumentada para conquistar a atenção dos alunos e tornar o aprendizado mais natural e divertido. Com a Mesa, os alunos aprendem, por exemplo, a reconhecer letras, construir palavras e associá-las a seus significados, ler, criar e interpretar textos. Apresenta ainda recursos exclusivos de acessibilidade para portadores de necessidades especiais.

 

O equipamento testado pelas chefes de estado é voltado a crianças com idades entre 4 e 9 anos, pode ser usado por até seis pessoas ao mesmo tempo e trabalha com realidade aumentada e recursos de aprendizagem colaborativa, incentivando assim a socialização. A mesa é composta por módulos eletrônicos e atividades interativas multimídia desenvolvidas para a aprendizagem de conteúdos de diversas áreas do conhecimento, possui mais de 1.800 vocábulos e 1.100 imagens, fábulas, provérbios, cantigas de roda e trava-línguas. No entanto, este universo pode ser expandido por meio da inserção de textos, palavras, imagens, sons e vídeos criados de forma interativa.

 

 

Sala de aula invertida

A proposta da sala de aula invertida é que os alunos tenham acesso a informação através da internet, possam pesquisar e ter um domínio prévio do conteúdo que será discutido por meio de mídias variadas. 

O objetivo é que o professor promova a sala de aula invertida para que seus alunos produzam e sejam autores da própria aprendizagem.

Apresentamos algumas vantagens do uso desta metodologia ativa da aprendizagem:


 
  • Melhor desempenho: ao controlar quando, onde e como estudar, o aluno rende mais e, consequentemente, tem um melhor desempenho nas atividades.

  • Alunos ativos: no ensino tradicional o professor é o protagonista da aula. Neste novo modelo o papel se inverte, fazendo com que os alunos sejam mais ativos e os professores exerçam uma função mais voltada à orientação.

  • Flexibilidade de tempo: as aulas são ajustadas dentro do tempo do aluno, ou seja, a videoaula fica disponível em uma plataforma do conhecimento dentro do seu site e ele poderá acessá-la quando e onde quiser.

  • Alto rendimento: o fato de o estudante receber o conteúdo antes da aula faz com que o tempo no encontro presencial seja melhor aproveitado, aumentando seu rendimento.

  • Foco no que é mais importante: neste modelo, o tempo do encontro presencial é menor. Isso faz com que a aula seja mais objetiva, focando no que realmente importa — dúvidas, trabalhos, discussões em grupo —, tudo para aumentar o nível de aprendizado.

  • Produção colaborativa: o ambiente on-line permite que os próprios alunos elaborem seus materiais de estudo com as ferramentas disponíveis na plataforma e compartilhem com o grupo para que possam contribuir com informações, melhorando ainda mais o aprendizado.

 

 

 

 

Lousa Digital

Lousa digital é como uma tela imensa de um computador, porém mais inteligente, pois é sensível ao toque.

Desta forma, tudo o que se pensar em termos de recursos de um computador, de multimídia, simulação de imagens e navegação na internet é possível com ela. Ou seja, funciona como um computador, mas com uma tela melhor e maior. O professor pode preparar apresentações em programas comuns de computador, como Power Point, por exemplo, e complementar com links de sites. Durante a aula, é possível, enquanto apresenta o conteúdo programado, navegar na internet com os estudantes.

Além de permitir os alunos interajam e compreendam com mais facilidade a disciplina, fortalecendo a qualidade do ensino

A lousa digital tem se mostrado eficiente também para pessoas com deficiências físicas, pois permite, por exemplo, que um aluno consiga brincar, jogar e pintar mesmo com atividade motora comprometida, pois como foi dito a lousa é sensível ao toque. O aluno que não possui habilidade de escrever pode apenas tocar! Sem dúvidas, é um importante passo para a inclusão desses estudantes. A lousa traz um mundo de possibilidades, onde o professor pode realizar esquemas, montar modelos, demonstrar processos, apresentar imagens, trechos de filmes e documentários, além de exercícios e jogos interativos.



© 2010 Todos direitos reservados.