Radioatividade: História e Cuidados
Introdução Tarefa Processo Avaliação Conclusão Créditos

Quase todos já ouviram falar sobre a descoberta da radioatividade. A radioatividade é um fenômeno pelo qual os núcleos atômicos sofrem transformações e emitem radiações, podendo, nesse processo, formar novos elementos químicos.

Entre os vários benefícios da radioatividade destacamos sua utilização na esterilização de materiais médicos, pois matam bactérias e vírus que podem estar no material, no diagnóstico de doenças e no controle do câncer, uma vez que a radiação penetra no corpo e atinge tumores malignos.

Em 26 de abril de 1986, ocorreu um dos mais graves acidentes nucleares da história, em Chernobyl, na atual Ucrânia. A explosão de um dos quatro reatores da usina nuclear soviética de Chernobyl, localizada a 129 km ao norte de Kiev, lançou na atmosfera uma nuvem radioativa, desencadeada por uma reação em cadeia fora de controle. A força da explosão liberou uma nuvem radioativa que atingiu a parte oeste da antiga União Soviética, hoje os países de Belarus, Ucrânia e Rússia, e todo o norte e centro da Europa.

Além das mortes diretamente ligadas ao acidente, verifica-se um aumento comprovado e contínuo no número de casos de câncer, principalmente de tireóide, especialmente nas pessoas que eram crianças ou jovens na época do acidente.

Neste webquest você aprenderá um pouco mais sobre a radioatividade, sobre a história de sua pesquisa e sobre o que foi e o que ocorreu no acidente radiológico de Goiânia envolvendo o Cesio-137.


 

 


© 2010 Todos direitos reservados.