Triste Fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto
Introdução Tarefa Processo Avaliação Conclusão Créditos

Olá! Laughing

Hoje vamos aprender literatura por meio de uma "webquest". Vamos lá?

Já sabemos que o livro da vez é "O Triste Fim de Policarpo Quaresma", de Lima Barreto. Resumidamente, o romance narra a trajetória de Policarpo Quaresma, um patriota ímpar, que causa estranheza nas pessoas pelos seus ideais e coragem.

 

A versão integral do livro está disponível neste link.

______________________________________________________________________________________

  • Primeira tarefa:

Contexto:

A sala será dividida em três e, de acordo com os números na chamada, pesquisarão os temas a seguir, e depois compartilharão com os colegas:

Números 1 -10: AUTOR;

Números 11 - 21: IMPORTÂNCIA DO LIVRO;

Números 22-33: PERÍODO HISTÓRICO.

Triste Fim de Policarpo Quaresma é um romance do pré-modernismo brasileiro e considerado por alguns o principal representante desse movimento. Escrito por Lima Barreto, foi levado a público pela primeira vez em folhetins, publicados, entre agosto e outubro de 1911, na edição da tarde do Jornal do Commercio do Rio de Janeiro. Em 1915, também no Rio de Janeiro, a obra foi pela primeira vez impressa em livro, em edição do autor.

O major Policarpo é um anti-herói quixotesco, imbuído de nobres ideais, alguns beirando ao tresloucado (tanto é que passa uma temporada no hospício). Bom coração, idealista, patriota, por causa de suas qualidades acaba sendo castigado e sempre se dá mal. Uma obra clássica da literatura brasileira que ajuda a explicar por que somos como somos.

"Um dos grandes herdeiros do Naturalismo, o romance de Lima Barreto disseca o sonho de um patriota exaltado ao mesmo tempo em que apresenta uma sátira impiedosa e bem-humorada do Brasil oficial."


© 2010 Todos direitos reservados.