INSUCESSO ESCOLAR E SUAS ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS
Introdução Tarefa Processo Avaliação Conclusão Créditos


Warning: getimagesize(pastas/15868/SEM IMAGEM) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/webquestfacil/www/introducao.php on line 20

O insucesso escolar caracteriza-se pela incapacidade de uma criança corresponder aos Objectivos da escola em termos escolares. É a partir dos anos sessenta que encontramos as suas primeiras manifestações, quando se começou a exigir que as escolas, por razões económicas e de igualdade, encontrassem formas de garantir o sucesso escolar de todos os seus alunos. O que era atribuído até então ao foro individual, tornou-se subitamente um problema de cariz social. A preguiça, a falta de capacidade ou interesse deixaram de ser aceites como explicação para o abandono escolar de crianças e jovens. A culpa do seu insucesso escolar passou a ser assumida como um fracasso de toda a comunidade escolar. O sistema não criava factores que motivassem e encaminhassem os alunos para o êxito escolar.(1)

Causas mas destacado são: Atrasos do desenvolvimento cognitivo. As escalas psicométricas de inteligência são um bom indicador para identificar estas causas individuais de insucesso escolar. O problema é que a grande maioria dos alunos que falham nos resultados escolares têm um desenvolvimento normal; A instabilidade característica da adolescência consta entre as muitas causas individuais do insucesso. Ela conduz muitas vezes o aluno a rejeitar a escola, a desinvestir no estudo das matérias, e frequentemente à indisciplina;

As causas do insucesso escolar são difíceis de explicar. Estar em situação de insucesso escolar implica uma multiplicidade de e uma enorme variedade de causas cuja localização pode centrar-se ao nível do aluno e do seu ambiente restrito, ao nível da sociedade à qual pertence e ao nível da própria escola e do sistema educativo. Desta forma, é importante compreender que o insucesso escolar não é uma fatalidade e que as crianças não estão destinadas a serem boas ou más alunas, tudo depende do funcionamento da escola e da sua interacção com o meio social e as características da própria criança. Assim, no estudo do insucesso escolar, é preciso ter em conta três realidades: o aluno, o meio social e a instituição escolar (Benavente, 1976), sendo na relação entre elas que se deve procurar e evidenciar os factores de insucesso e as suas causas explicativas.



(1) CANÁRIO, et al. Escola e exclusão social, Lisboa, Educa, I.I.E. 2001.

 


© 2010 Todos direitos reservados.