Uma odisseia dos tardígrados!
Introdução Tarefa Processo Avaliação Conclusão Créditos

Tardigrada (do latim: tardus, lento + gradus, passo) é um filo de pequenos animais segmentados, relacionados com os artrópodes. Popularmente são conhecidos como ursos d'água ou como tardígrados, um aportuguesamento derivado do nome do filo. Foram descritos pela primeira vez por J.A.E. Goeze em 1773. O nome Tardigrada foi dado por Spallanzani em 1776. São em maioria fitófagos, mas alguns são predadores, como o Milnesium tardigradum.

São muito resistentes: sobrevivem a temperaturas tão baixas como próximo ao zero absoluto e tão altas como 150 °C, pressão de 6 mil atmosferas e radiação 5 000 Gy, cerca de 1000 vezes mais que um ser humano pode suportar.

Também são capazes de sobreviver no vácuo do espaço por pelo menos 10 dias. Vivem por poucas semanas, mas virtualmente podem viver muitos anos porque têm a habilidade de se encolher, desidratando-se, e permanecer praticamente morto, em estado criptobiótico.

É neste estado que conseguem suportar as extremas condições mencionadas e "voltarem à vida" ao se reidratarem novamente. Em maio de 2011, estudos sobre os tardígrados foram incluídos na missão STS-134 do ônibus espacial Endeavour, em seu último vôo ao espaço.

São considerados "os mais resistentes animais da Terra" tendo elaborado uma estratégia de dormência completa, que os permite desligar todos os seus sistemas e processos biológicos quando encontram condições ambientais que não suportam a vida animal.

 

 


© 2010 Todos direitos reservados.